Em sua mais nova música, Péricles convidou Projota para colocar uns versos no seu samba. O resultado dessa mistura pode ser conferido em “Homem Invisível”, uma canção engajada em que os dois, cada um a seu modo, relembram que a caminhada até o sucesso não foi fácil.

A música, deixa clara uma realidade comum em uma sociedade excludente como a brasileira, vide o verso “aplaudir, só se eu fizer um show”, cantado pelo sambista. E é por estarem cientes disso, que os dois artistas deixam a mensagem de que jamais se esqueceram de onde vieram.

Veja “Homem Invisível (Part. Projota)”:

Com Informações: Vagalume