Cartórios cancelam 18.192 títulos

Os cartórios ficaram lotados ontem devido ao fim do prazo para quem não votou nas três últimas eleições ir justificar a falta de votação

Os cartórios ficaram lotados ontem devido ao fim do prazo para quem não votou nas três últimas eleições ir justificar a falta de votação. Segundo estimativas do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de São Paulo, em dez municípios da região (Mogi das Cruzes, Suzano, Itaquaquecetuba, Ferraz de Vasconcelos, Poá, Santa Isabel, Arujá, Guararema, Salesópolis e Biritiba Mirim), serão cancelados os títulos de 18.192 eleitores que perderam o prazo ontem para se justificar após não votarem por três eleições, lembrando que cada turno conta também como uma eleição. 

Em Mogi das Cruzes, na 74ª Zona Eleitoral, mais pessoas compareceram para ser atendidas do que nos outros dias, mas o atendimento foi tranquilo. Em Suzano, na 415ª Zona Eleitoral, formou-se fila. No entanto, segundo funcionários, muitas pessoas que iriam justificar a ausência na votação tinham faltado a uma ou duas delas, o que não ocasiona o cancelamento do título de eleitor de imediato. 
 
Quem foi ontem aos cartórios regularizar a situação e formalizar a justificativa, pagou uma taxa de R$ 3,51. Já quem não fez a justificativa e teve o título cancelado, precisa comparecer até o cartório e passar por um processo mais burocrático. 
 
Sem o título de eleitor, o cidadão pode não conseguir tirar passaporte, fazer empréstimos ou crediários, obter outros documentos importantes ou ocupar serviços públicos. Por isso, a melhor alternativa, caso tenha perdido o prazo de justificativa da falta de votação às três últimas eleições, é procurar os cartórios eleitorais e preparar a documentação para não perder o documento.
 
Com Informações: Portal News

Deixe uma resposta

Fechar Menu