Cantor Fagner detona realitys musicais do Brasil

O cantor Fagner concedeu uma entrevista e não foi nada elogios em relação aos formatos de realitys musicais do Brasil.

O cantor Fagner concedeu uma entrevista à revista Veja e não foi nada elogios em relação aos formatos de realitys musicais do Brasil. Ele detonou os chamados ‘entalados’. “Os programas enlatados são o maior veneno para a música brasileira. Primeiro porque eles estimulam todo mundo a cantar em inglês. Esses ‘The Voice’ fazem um artista para estourar nos Estados Unidos”, disse.

O artista ainda relembra a época em que Sam Alves venceu a segunda temporada do “The Voice Brasil”, da Globo, em 2013. “Tem um cearense que ganhou que parecia americano. Os programas não estimulam a música brasileira porque todo mundo tem de cantar em inglês. O sujeito estica aquela vez que parece ser um submundo dos EUA”, continuou

Totalmente contra o gênero de música internacional, o artista não poupou críticas: “Quando aparece alguém cantando MPB, o sujeito é aplaudido mas nunca ganha. Vai ganhar quem imitar a Mariah Carey, a Whitney Houston. Nós somos um bando de submundo mesmo. A televisão estimula isso”, analisou.

Por fim, ele lamentou que não haja um programa de música na TV brasileira em que conte com a participação do auditório cantando. “Não existe estímulo. Esse país é um enterro de cultura. Cheguei a falar com um executivo da Record para fazer um programa. Mas ele disse que queria que eu rasgasse meu contrato com a Globo e ir para a Record”, relembrou.

Fonte: Famosos na Web

Deixe uma resposta

Fechar Menu