Câmara vota 4ª feira (30) projeto que prevê voluntários e estagiários de Psicologia nas escolas de Suzano
Foto: Ricardo Bittner

Câmara vota 4ª feira (30) projeto que prevê voluntários e estagiários de Psicologia nas escolas de Suzano

O autor da propositura é o vereador Edirlei Junio Reis (PSD), o professor Edirlei. A sugestão foi feita pelos alunos do período noturno do 1° semestre do curso de Direito da Faculdade Unida de Suzano (Unisuz).

Na sessão ordinária de quarta-feira (30), a partir das 18 horas, os vereadores votarão um projeto de lei que estabelece a presença de estudantes voluntários e estagiários de Psicologia nas escolas do município. O autor da propositura é o vereador Edirlei Junio Reis (PSD), o professor Edirlei.

Caso aprovado, os estudantes de Psicologia a partir do 5° semestre poderão se voluntariar ou estagiar em escolas da rede pública de ensino em Suzano. Eles terão a função de atuar junto às famílias; corpo docente e discente; direção e equipe técnica, com o objetivo de melhorar o desenvolvimento humano dos alunos, das relações entre professor e alunos e aumentar a qualidade e a eficiência do processo educacional, fazendo intervenções preventivas e recomendando atendimento clínico quando julgarem necessário.

De acordo com o projeto, o estudante de Psicologia deve cumprir todas as exigências, critérios e normas estabelecidos pela instituição de ensino. A propositura também prevê que o período que o estudante atuar como voluntário nas escolas do município possa ser utilizado como horas complementares.

Para o vereador, o projeto trará benefícios a crianças e adolescentes que passam por dificuldades nos âmbitos escolar ou familiar. “Existem muitas crianças e adolescentes que largam os estudos por não ter ajuda psicológica, ou até mesmo, devido aos pais não terem conseguido concluir o ensino, não acham necessária a conclusão”, explica o professor Edirlei. “Com este projeto poderemos deixar ainda mais estruturado o desenvolvimento escolar”, continua o parlamentar, que acredita que a tragédia ocorrida na Escola Estadual Raul Brasil, em março deste ano, em que dois jovens mataram oito pessoas e depois cometeram suicídio, poderia ter sido evitada se houvesse um projeto psicológico em andamento na unidade de ensino.

A sugestão da propositura apresentada pelo Professor Edirlei foi feita pelos alunos do período noturno do 1° semestre do curso de Direito da Faculdade Unida de Suzano (Unisuz).

Com Informações: Câmara Municipal de Suzano

Fechar Menu