Câmara: licitação para grades e muros está em fase final
Foto: Reprodução

Câmara: licitação para grades e muros está em fase final

O prédio será cercado com grades em frente ao plenário. Nas laterais e na parte dos fundos terá muros. Serão instalados dois portões de “correr”. 

A licitação para a instalação de grades e muros ao redor da Câmara de Suzano está em fase final. De acordo com o Legislativo, a homologação ainda será publicada no Diário Oficial Eletrônico do município.
Contudo, não há previsão para início da obra, que terá duração de seis meses.
Em julho deste ano, a Câmara de Suzano abriu licitação para contratar empresa responsável pela instalação de grades e muros ao redor do prédio do Legislativo.
Há uma preocupação com os atos de vandalismo, falta de segurança e a presença de casais à noite nas imediações da entrada principal.
A licitação será de, no mínimo, R$ 365.340,63. Esse é o valor inicial da concorrência pública.
De acordo com o Legislativo, ainda não há previsão de início, “pois é necessário o término da licitação para que a empresa vencedora compareça à Câmara de Suzano para a entrega da documentação pertinente, assine o contrato e aguarde a emissão da Ordem de Serviço”, informou por meio de nota.
Obra
O prédio será cercado com grades em frente ao plenário. Nas laterais e na parte dos fundos terá muros, segundo apurou o DS. Serão instalados dois portões de “correr”.
No edital de contratação, do qual o DS teve acesso, a Câmara de Suzano justifica a obra afirmando que “o fechamento (cerco com grades) visa atender a necessidade de adequação da sede, pois tal medida de proteção e conservação do patrimônio público não foi contemplada no projeto original da dependência legislativa”.
Ainda segundo a Câmara, “a prestação de serviço vem acompanhada de projeto executivo da Secretaria Municipal de Planejamento Urbano e Habitação da Prefeitura do Município de Suzano, bem como autorização do arquiteto responsável pela totalidade dos projetos que resultaram nas dependências, evitando-se, desse modo, a desconformidade estética no conjunto arquitetônico”.
Com Informações: Diário de Suzano
Fechar Menu