Atleta suzanense de fisiculturismo busca apoio para torneios internacionais
Foto: Divulgação

Atleta suzanense de fisiculturismo busca apoio para torneios internacionais

Andreia possui 17 troféus de diversas competições. A atleta BodyFitness  precisa de patrocínio para participar de competições marcadas para novembro nos Estados Unidos e Inglaterra. 

Com competições agendadas para o próximo mês nos Estados Unidos e Inglaterra, a atleta BodyFitness e moradora do bairro Casa Grande, em Suzano, Andreia Santos, 43 anos, está buscando empresas interessadas em patrocinar o seu trabalho internacionalmente. A suzanense possui 17 troféus de diversas competições nacionais e relatou sua história de superação e a transformação de uma mulher obesa para uma campeã mundial de fisiculturismo em dez anos.
As competições internacionais acontecerão nos dias 3 e 9 de novembro, na cidade de Huntington Beach, na Califórnia, e em Birmingham City, na Inglaterra. Para as empresas que se interessarem no patrocínio da atleta, Andreia se compromete a realizar palestras motivacionais para os trabalhadores. “Se alguma entidade ajudar, além de levar o nome da empresa internacionalmente, irei fazer algumas palestras para motivar as pessoas obesas a mudarem e transformarem suas vidas”, comunicou Andreia.
A história profissional como atleta começou há dez anos, após ter o seu segundo filho. “Eu faço os meus treinos desde os 15 anos de idade, porém era tudo desregulado. Após o parto do meu filho, aos 31 anos, cheguei a pesar 96 quilos. Foi quando procurei a doutora Flávia Lima Carnovale, que me auxiliou muito na redução de peso. Assim começou toda uma dieta e uma dedicação às atividades”, ressaltou.
A suzanense também complementou que durante toda a sua carreira profissional como BodyFitness nunca fez cirurgia plástica e conseguiu atingir uma condição muscular de um corpo escultural. “No começo, sofri muitos preconceitos, ainda sofro alguns. Falavam que eu estava doente, enfim, teve muita discriminação. E eu comecei a provar que eu não sou nada do que eles falaram”, afirmou.
No começo da carreira, Andreia declarou que não gostava muito da ideia de se apresentar em público. “Minha primeira apresentação foi no Guarujá e fui muito por influência dos meus amigos Regiane Vieira e Pedro Vieira. Agradeço muito a eles e também ao Robson Sá. A partir de então, comecei a me encontrar nesses eventos e hoje já competi em diversos lugares do país”, disse.
Dentre os 17 troféus conquistados por Andreia, sete foram vitórias em apenas 45 dias. “Desse total, quatro são Overall, ou seja, é o de melhor corpo da noite. Nenhuma atleta faz isso, geralmente a pessoa se prepara quatro vezes por ano. Em um mês e meio eu competi sete vezes”, finalizou a atleta.
Com Informações: Portal News
Fechar Menu