Atendimento Psicológico a quem foi impactado pelo ataque à “E.E. Prof.Raul Brasil”
Foto: Reprodução

Atendimento Psicológico a quem foi impactado pelo ataque à “E.E. Prof.Raul Brasil”

Se você é aluno, professor ou funcionário da Escola Estadual (E.E.) “Professor Raul Brasil”; parente de sobreviventes do massacre ocorrido na instituição de ensino em 13 de março; familiar, amigo ou vizinho de uma das vítima fatais; ou, por algum motivo, direta ou indiretamente, FOI IMPACTADO PELA TRAGÉDIA, e está, até o momento, SEM ATENDIMENTO PSICOLÓGICO, uma boa notícia: Psicólogos da Associação Brasileira de EMDR (Eye Movement Dessensiization and Reprocessing) vão estar em Suzano nos dias 9, 13, 20 e 27 de julho para ACOLHEREM DE GRAÇA crianças, jovens e adultos que ainda não conseguiram passar por atendimento na rede básica de saúde, ou que, mesmo já estando em tratamento, necessitam de reforço neste tipo de acolhimento psicossial. O trabalho será realizado das 9 às 17 horas, na Escola Municipal “Antonio Marques Figueira”, localizada na rua Sara Cooper, 27 – centro de Suzano. Cada paciente vai passar por sessão que terá aproximadamente uma hora e meia de duração. A EMDR é reconhecida mundialmente em razão de sua eficácia em casos de Transtorno de Estresse PósTraumático (TEPT), transtornos de ansiedade, depressão e reações vinculadas a caráter psicossomático. A abordagem utilizada pela Associação é aprovada pela Organização das Nações Unidas (ONU), pela Organização Mundial de Saúde (OMS), pelo Departamento de Defesa de Assuntos de Veteranos de Diretrizes Práticas, e pela Sociedade Internacional de Estudos de Estresse Pós-Traumático. Reportagens recentemente publicadas pela Imprensa dão conta que a fila de espera para atendimento psicossocial na rede básica de saúde de Suzano, após o ataque à “Raul Brasil”, está entre 1 mil e 1,5 mil pessoas (Fontes: Jornal Folha de S.Paulo, Portal G1, Jornal O Diário de Mogi, Jornal Diário de Suzano e Portal Oi Diário). Como essa lista de espera não foi disponibilizada à EMDR, é preciso DIVULGAR ESSE ATENDIMENTO GRATUITO o máximo possível, para que os afetados pelo massacre possam marcar consulta e serem devidamente acolhidos. O agendamento deve ser feito pelo telefone com um dos três membros da Comissão de Mães e Pais Pós-Atentado à E.E. “Professor Raul Brasil”: – (011) 9-6442-1578 – Cintia; – (011) 9-9257-2671 – Juliana; – (011) 9-9494-7825 – Iara.

Traumas psicológicos podem afetar, a curto, médio ou a longo prazo, a maneira como uma pessoa passa a lidar com determinadas situações. Traumas provocam mudanças e alterações no fluxo natural de ações, decisões e emoções, e impactam a saúde física, além da saúde mental do indivíduo. Traumas não trabalhados fazem com que a lembrança do fato ruim se torne angustiante, produzindo na pessoa afetada insegurança, medo e incapacidade. Falta de sono, ou vontade extrema de dormir, desânimo, perda de apetite ou compulsão alimentar também estão associados a traumas não tratados, bem como ausência de esperança, alergias, anemias, náuseas, fraqueza e vontade de morrer. Trauma, tristeza e temor são coisas sérias e precisam ser tratados. Desta forma, se você conhece alguém que foi afetado pela tragédia a Escola “Raul Brasil”, compartilhe essa mensagem, ajude a divulgar o trabalho que a EMDR fará em Suzano, DE GRAÇA. Cada dia de dor não curada faz com que aquele dia 13 de março de 2019 não acabe mais

Fechar Menu