Ashiuchi vai manter limite de aumento do IPTU em 27%

Ashiuchi vai manter limite de aumento do IPTU em 27%

Em inauguração ontem, o prefeito de Suzano descartou a possibilidade de reduzir o teto de reajuste do imposto

A Prefeitura de Suzano descarta a possibilidade de reduzir o teto de 27% no aumento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). O anúncio foi feito ontem durante inauguração de uma escola municipal no bairro Cidade Miguel Badra. Na semana passada, um grupo de cerca de 200 pessoas protestou contra o aumento em frente à Prefeitura e seguiu até a Câmara.
 
De acordo com o prefeito Rodrigo Ashiuchi (PR), o reajuste não será reduzido pois a administração quer dar continuidade aos trabalhos realizados: “Suzano não está aumentando por querer e sim, por precisar, principalmente para poder reformar escolas, continuar construindo e mantendo os serviços municipais, precisamos do recurso proveniente do IPTU”.
 
Segundo ele, a expectativa é que a administração municipal arrecade aproximadamente R$ 15 milhões com o reajuste. “Apenas uma creche tem o custo de R$ 180 a 200 mil ao mês para o município, e queremos continuar levando mais e mais serviços para a população”, afirmou, destacando ainda os investimentos que as melhorias demandam. “Suzano carece desse mínimo de investimento para em 2019 e 2020 não sofrer aumentos”.
 
O chefe do executivo reforçou que o máximo que o IPTU pode aumentar para a população é  27%, porém deve variar dependendo de cada caso. “Para alguns irá diminuir, por exemplo. Mas lembrando que aqueles que pagarem à vista, terão 5% de desconto, e ainda há formas de parcelamento do valor integral”.
 
Decisão
 
O aumento proposto inicialmente pela Prefeitura em novembro do ano passado e encaminhado à Câmara, chegava a aproximadamente um teto de 37% para o reajuste. Porém, após uma revisão, o projeto foi alterado e o novo limite é de 27%. A decisão foi aprovada no dia 21 do mês passado, durante sessão na Câmara, com 14 votos a favor e um contrário a proposta.
 
Manifestação
 
Durante a inauguração da Escola Municipal Heleno José dos Santos, no bairro Cidade Miguel Badra, ocorreu uma manifestação sobre o transporte irregular no município. Cerca de 20 pessoas, incluindo motoristas, solicitavam a aprovação de Ashiuchi para circular por Suzano legalmente. O chefe do Executivo disse em coletiva que as negociações devem ser com a empresa responsável pelo transporte. 
 
Com Informações: Portal News
Fechar Menu