Ashiuchi propõe a integração entre trem e ônibus em Suzano

Objetivo principal da medida é reduzir o custo do trabalhador suzanense que utiliza os dois meios de transporte

Em reunião realizada na tarde de ontem com representantes da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), o prefeito de Suzano, Rodrigo Ashiuchi (PR), apresentou a proposta de a cidade ser a primeira no Alto Tietê a viabilizar a integração de passagens entre trens metropolitanos e ônibus circulares. O objetivo, segundo o chefe do Poder Executivo, é reduzir o custo do trabalhador na utilização do transporte público no município.
O encontro realizado, ontem, no Gabinete do Paço Municipal (rua Baruel, 501, centro), ainda contou com a presença, além de Ashiuchi, do secretário de Planejamento Urbano e Habitação, o arquiteto Elvis José Vieira, e do diretor de Planejamento e Projetos da CPTM, José Augusto Rodrigues Bissacot. Técnicos da Prefeitura de Suzano também acompanharam as tratativas, bem como Valéria Riccio Genovezzi Fernandes, que, na oportunidade, representou o deputado estadual Estevam Galvão (DEM) e um representante do Poder Legislativo suzanense.
Segundo Ashiuchi, a ideia para a integração de ônibus e de trens tem como principal finalidade reduzir o impacto das tarifas do transporte público no orçamento da população. O plano envolve a implantação de catracas e de validadores do Cartão BOM na estação Suzano da CPTM e nos atuais e futuros terminais rodoviários urbanos (hoje, Suzano conta com o Terminal Rodoviário Norte e tem planos para a construção de um Terminal Rodoviário no distrito de Palmeiras), viabilizando desconto aos usuários que utilizarem ambos os serviços num determinado intervalo de tempo.
A proposta de integração deverá passar por estudos para a validação dos órgãos competentes. Serão levados em consideração os exemplos de outras cidades da região metropolitana de São Paulo, como Jandira, Itapevi e Barueri. Não há previsão de data para o fim dos estudos e a implantação da integração. No entanto, o prefeito de Suzano afirmou que, em breve, vai se reunir com o secretário de Transportes Metropolitanos do Estado de São Paulo, Clodoaldo Pelissioni, para tratar sobre o assunto.
A reunião de ontem foi agendada, num primeiro momento, pelo Executivo suzanense e a CPTM, a fim de debater sobre a substituição da passarela sobre a via férrea da companhia, localizada na rua Prudente de Moraes, na área central de Suzano. A passagem, que tem início próximo à rua Benjamin Constant, foi interditada em 2015 por questões de segurança estrutural. Novas estratégias quanto ao processo de construção de uma nova estrutura devem ser adotadas após a municipalidade entrar em acordo com o órgão de transporte metropolitano e a sociedade.
As partes envolvidas, inclusive, chegaram à conclusão de que a substituição da estrutura demandará mais estudos, visando conciliar o bem-estar dos usuários ao custo-benefício da obra, bem como ao impacto na região e ao ônus que será compartilhados entre a municipalidade e CPTM. Ashiuchi reiterou, ainda, que o curso da ação também deverá abarcar um debate com a população e comerciantes.
Com Informações: Portal News Foto:  Irineu Junior/Secop Suzano

Deixe uma resposta

Fechar Menu