Alto Tietê tem nove casos de influenza confirmados até o momento; campanha de vacinação termina no dia 31

Alto Tietê tem nove casos de influenza confirmados até o momento; campanha de vacinação termina no dia 31

Levantamento inclui oito das dez cidades da região. Apenas Biritiba Mirim e Salesópolis não responderam. Em nenhum dos casos o paciente evoluiu a óbito.

O Alto Tietê já registra nove casos confirmados de gripe influenza em 2019, segundo as secretarias municipais de Saúde. Falta pouco mais de uma semana para o fim da Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe.

Os registros são divididos em quatro para o tipo H1N1, também quatro para H3N2 e um para o tipo B. Não houve mortes.

A campanha de vacinação começou no dia 10 de maio e segue até o dia 31 deste mês em todo o País.

No público-alvo estão idosos, crianças de até 5 anos, gestantes, mulheres que tiveram bebês recentemente, professores, pacientes com comorbidades, indígenas e trabalhadores da saúde pública.

O levantamento realizado pelo G1 inclui os dados de oito das dez cidades do Alto Tietê. Apenas os municípios de Biritiba Mirim e Salesópolis não responderam aos questionamentos.

Arujá

Arujá não teve casos de gripes A e B em 2018 e até agora em 2019. Com relação à H1N1, houve dois casos em 2018, apenas.

A meta na cidade é de aplicar 15.474 doses. Até o momento 86% já foram imunizados.

De acordo com balanço da Secretaria de Saúde, o município já ultrapassou na semana passada a meta de vacinação de 80% de três grupos prioritários. Foram 5.681 doses aplicadas em idosos (88,75% da população acima de 60 anos da cidade), 1.507 em trabalhadores da Saúde (99,54%) e 159 em mulheres que estão a até 45 dias do parto (89,33%).

Também foram imunizados desde o início da campanha 398 (54%) professores das redes pública e particular, 1.424 (51%) doentes crônicos, 27 policiais militares, civis, bombeiros e membros ativos das Forças Armadas, 3.654 (54%) das crianças de até 5 anos, 11 meses e 29 dias e 585 (53%) das gestantes. A meta para cada grupo é de 80% de vacinação.

Ferraz de Vasconcelos

Segundo a Vigilância Epidemiológica de Ferraz, a cidade já teve 11 notificações e nenhum caso confirmado de influenza este ano. Seis casos estão aguardando resultado no momento.

No ano passado, de janeiro a maio, a cidade registrou três mortes por gripe, dos cinco casos confirmados.

Já em relação à campanha deste ano, já foram imunizadas 38.335 pessoas, o que corresponde a 83,81% da meta municipal. O grupo com o menor índice de vacinação é o de professores. Por conta disso, a Vigilância deve realizar ações contra a gripe dentro das escolas da cidade.

Guararema

Na cidade, são dois casos confirmados de influenza: uma para o tipo A e outro para o B. Não há notificações esperando resposta. Em 2018 a cidade não teve registro da doença.

O público-alvo total da campanha na cidade é de 7.584 pessoas, das quais 6.309 já foram imunizados, o que representa 83,19% do total.

Itaquaquecetuba

Desde 2018, a cidade não registra nenhum caso de influenza.

Mogi das Cruzes

Das duas confirmações de influenza até o momento em Mogi, um caso é do tipo A H3N2 e o outro A, não subtipado. A cidade teve 23 casos suspeitos, e apenas um aguarda resultado.

No ano passado, o município registrou seis mortes por influenza. Até a semana passada, a cidade havia imunizado uma média de 60% do público-alvo. O menor percentual é para as crianças.

Poá

Poá está com um caso em análise para influenza até o momento. Em Poá o público-alvo é de aproximadamente 27,5 mil pessoas. A expectativa é de vacinar até 90% do total, mas até o momento a média é de 57,5%.

Santa Isabel

A cidade tem dois casos confirmados, um para H1N1 e outro para o B. Além disso, são dois casos sob suspeita. No mesmo período de 2018, o município registrou duas mortes entre seis registros.

A expectativa em Santa Isabel é de vacinar 13.429 pessoas. Até o momento, 75,13% deste total já foram imunizados. A menor adesão é de crianças (51,88%) e de gestantes (59,59%).

Suzano

Todos os três casos registrados em Suzano são de H1N1, sem mortes. A cidade já vacinou 43.476, que representa 61,18% da cobertura geral.

Desde o início da campanha, no dia 10 de maio, as 22 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e de Saúde da Família (USFs) estão aplicando as doses, em dias úteis, entre 8h e 15h30.

Com Informações: G1 Mogi das Cruzes e Suzano

Fechar Menu