Acusado de ofender Ludmilla na web se entrega à polícia

O acusado pode pegar até quatro anos de prisão pelo crime de injúria preconceituosa

LUD

O homem acusado de agredir de forma racista a cantora Ludmilla nas redes sociais se entregou a polícia e confessou o crime, na manhã desta terça-feira, 24, na Delegacia de Repressão a Crimes de Informática, que fica na Zona Norte do Rio. O suspeito foi identificado como Hélder Santos, mora no Rio e tem 31 anos.

De acordo com informações da assessoria da Polícia Civil, o delegado Alessandro Thiers vai indicar o autor pelo delito de injúria preconceituosa, com pena aumentada por conta da ação ter sido feita pela internet. O acusado pode pegar até quatro anos de prisão.

A cantora prestou depoimento na tarde desta segunda-feira, 23, após ser alvo de racismo na web. Depois da repercussão, Ludmilla comentou o caso e fez um alerta.

“Eu fico muito desesperada, porque as pessoas ficam atingindo as outras achando que não vai machucar. Eu tenho família. Eles acham que não chateia, mas machuca de verdade” disse a cantora.

Fonte: Portal A Tarde

Deixe uma resposta

Fechar Menu