AACD de Mogi pode retomar atendimento a pacientes de cidades vizinhas em 2018, diz Condemat

Reunião na sede da AACD na Capital contou com a participação de representantes de sete das dez cidades do Alto Tietê.

O atendimento na AACD de Mogi das Cruzes para os pacientes de cidades vizinhas pode ser retomado no ano que vem. Foi o que ficou definido numa reunião nesta quarta-feira (4), na Capital, segundo o Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat).

O secretário de Saúde de Mogi das Cruzes e presidente da Câmara temática do consórcio, Marcello Cusátis, fez a intermediação e disse que os municípios estão perto de definir um valor para contribuir com a entidade que atende pessoas com deficiência física.

A reunião na sede da AACD na Capital contou com a participação de representantes de sete das dez cidades do Alto Tietê. Só ficaram de fora, Biritiba Mirim, Ferraz de Vasconcelos e Suzano.

O objetivo foi resolver um impasse que começou em abril deste ano, quando a AACD de Mogi das Cruzes passou a atender só os pacientes da cidade. É que o contrato com os outros municípios não foi renovado e a entidade ficou sem condições financeiras de bancar todos os tratamentos.

Na reunião, foi discutida uma possível saída. Segundo os participantes, a AACD que hoje atende 190 pacientes de Mogi das Cruzes vai trabalhar para ampliar o número de vagas para atender até aproximadamente 350 pessoas, incluindo pacientes de outras cidades. Os municípios que quiserem esse atendimento para os moradores, vão criar um consórcio onde cada um vai definir o valor do repasse financeiro destinado à AACD. O presidente da Câmara de Saúde do Condemat que intermediou o acordo disse que com isso a AACD pode retomar o atendimento regional no ano que vem.

Com Informações: G1 Mogi das Cruzes e Suzano

 

Deixe uma resposta

Fechar Menu